quinta-feira, 11 de março de 2010

Saga «Destino do Universo»

Quem aprecia o género fantástico e gosta de apoiar e ler novos talentos na literatura portuguesa, faria bem em experimentar começar a ler a saga «Destino do Universo». Escrita por Frederico Duarte, de 27 anos, esta saga de fantasia está prevista ter entre seis a sete volumes, embora ainda apenas dois tinham sido publicados, e o autor tenha terminado à pouco tempo de escrever o terceiro.

«Avatar», e já para eliminar um erro comum dos leitores quando olham para o título, pouco ou nada tem a ver com os desenhos animados que andam por aí na TV e com o filme saído há pouco tempo. A história é original, interessante, passa-se num mundo chamado Nova, embora envolva acção ao mesmo tempo na Terra. Essa dualidade é acentuada em «Necromancia», o segundo volume, no qual o leitor saltita entre Nova e a Terra, num cenário de guerra intermundial (mas quase sem naves, repare-se, pormenor importante para aqueles que não apreciam ficção científica). É uma saga que introduz jogos de poderes e de conquistas, ao mesmo tempo que seguimos as relações pessoais entre os que estão próximos de Alexis, a protagonista do primeiro livro.

Aqui fica uma sinopse do primeiro volume feita pelo autor: Alexandra (Alexis) é uma rapariga como qualquer outra: estudante universitária em Lisboa, com gostos comuns e uma vida sossegada. Ou assim pensava ela. De um momento para o outro a sua vida é virada do avesso. Um estranho rapaz surge na sua vida e diz-lhe que todo um mundo depende dela! E este é o início da sua saga, que a leva para uma realidade tão diferente da nossa mas ao mesmo tempo com raízes profundas na Terra. Um mundo onde a magia e criaturas míticas imperam e onde uma grande ameaça reina. A pergunta é: que tem Alexis de tão especial que a tornará a chave para a resolução do conflito naquele mundo?

O terceiro livro deverá ser lançado ainda este ano, tem como título «O Guerreiro Elementar», e podem acompanhar todas as novidades da saga no fórum oficial e no blog do autor. Se ainda não começaram a ler, experimentem, porque acho que vão gostar. Além disso, ler obras de novos autores portugueses é incentivar também a literatura do nosso país. Podem aproveitar para ler também carregando aqui uma entrevista exclusiva de Frederico Duarte ao Lydo e Opinado.

Tiago

6 comentários:

Manuel Cardoso disse...

Tenho a impressão que nos últimos meses têm aparecido novos e bons escritores portugueses.
Espero que seja mesmo o início de uma nova fase para os nossos escritores.
E esta saga parece-me bem interessante...

p a t r í c i a * disse...

Já li os dois livros e estou ansiosa por ler o terceiro. O Frederico tem jeito para a escrita, sabe cativar os leitores, e tem uma história gira! Acho que são uns bons livros para toda a gente :D
Eu confirmo que é uma saga gira!

Bonnie - A Senhora dos Elementos disse...

O Frederico não é recente, Manuel xDD Bem... Eu adorei ler os livros dele e foi o primeiro autor Portugues que me chamou verdadeiramente a atenção, sinceramente (excepto um ou outro) mas nesta área de fantasia, foi o Frederico que me chamou mais a atenção!
Digo, também, que vale muito a pena ler os livros dele!

Manuel Cardoso disse...

Bonnie, para mim continua a ser novo por 2 razões: porque tem 27 anos e porque, como nunca gostei do género, nunca tinha prestado a devida atenção a esse nome
;)

t i a g o disse...

Bonnie, acho que, sendo que o Frederico publicou o AVATAR em 2007, se pode considerar um escritor novo. :) Embora seja relativo, sempre.

Obrigado a todos pelos comentários. E fazes bem em querer experimentar, Manuel :)

Sássára disse...

Eu vou ler, isso é definitivo ^^

Blog Widget by LinkWithin