quarta-feira, 18 de maio de 2011

Desabafo

A todos os leitores do Lydo e Opinado:

Ainda não passou um ano desde que escrevi um desabafo a propósito do blog. Na altura mostrei o meu desânimo pelos dias em que não colocava nada de novo no espaço, e confessei o meu medo de perder visitantes por essas falhas na regularidade. Falhas que se tratavam de não escrever no blog 5 dias por mês. Ao reler este meu testemunho de Julho passado, não pude evitar rir-me. O que dizer da situação do Lydo e Opinado neste ano, não é?

Esta reflexão quer explicitar aos leitores do nosso espaço a nossa política actual, a dois meses do nosso 3º aniversário: a crítica literária. Para onde foram as entrevistas? Para onde foram os passatempos? E as crónicas do mês? E as novidades da semana? Tudos aqueles elementos que, no fundo, estão explícitos na imagem-título no topo do blog? Pois é. Dos 36 artigos que publicámos este ano, 24 são críticas a livros.

A todos os que nos visitavam pelas crónicas de opinião; pelas entrevistas exclusivas aos autores, tradutores, editoras; pelos passatempos em que oferecíamos livros que gostávamos cedidos por editoras... as nossas sinceras desculpas. Na vida de um blog existem muitas fases, e estamos actualmente a viver uma diferente da do ano passado. O 12º ano de escolaridade não nos tem dado muitas abertas, e mesmo assim temos conseguido manter o ritmo de leitura e a sinceridade e independência nas críticas. Mas não dá para mais.

Regressámos, pois, temporariamente ou não, ao objectivo inicial do nosso blog: lermos, e opinarmos. As nossas críticas são sinceras: não estamos associados a qualquer editora e fazemos questão de assim continuarmos a estar. Podemos ter as nossas preferências entre as muitas que existem, mas não somos obrigados por ninguém a ler nada. Dizemos mal de um livro quando queremos dizer. Expressamos o melhor que conseguimos os nossos sentimentos para com uma leitura.

A todos os visitantes que continuam a passar pelo nosso canto, seja desde o princípio ou desde a semana passada, um obrigado profundo e sincero. O Lydo e Opinado pode ter uma frequência menor de artigos, mas continuamos empenhados na crítica que fazemos ao que lemos. Escrevemos para todos vocês, na mesma medida em que também vos consultamos. A rede de blogs sobre literatura é vasta, e partilhamos experiências diariamente, com vista a detectarmos os livros que foram "escritos para nós", e aqueles que, pelos vistos, nos passam ao lado.

A todos um muito obrigado, em meu nome e da Sara, e possa o Lydo continuar a ser um poço de críticas para todos os que vêm em busca de uma opinião.


Tiago

10 comentários:

Morrighan disse...

Eu estou no quinto da faculdade e, acreditem, sei bem o quanto custa ter tempo para tudo.
Gosto muito deste vosso espaço e tenham calma. Os vossos leitores não desaparecem e vão ver que quando tiverem tempo para manter isto vivo, eles vão cá estar na mesma.
Força nesta corrida final. Nós não saímos daqui.

A vossa colega blogger,
Sofia Teixeira

Jojo disse...

Eu também sei o que ter falta de tempo. Estou no 3º ano da faculdade de um curso muito trabalhoso e só com muito custo consigo manter o blog actualizado. Os leitores não se vão embora e se forem não sabem o que perdem. O Lydo e Opinado é um blog de excelente qualidade que prima pela honestidade nas suas opiniões e enquanto houver posts estarei sempre aqui.:)
Boa sorte para o 12º ano!

Joana

Jojo disse...

Eu também sei o que ter falta de tempo. Estou no 3º ano da faculdade de um curso muito trabalhoso e só com muito custo consigo manter o blog actualizado. Os leitores não se vão embora e se forem não sabem o que perdem. O Lydo e Opinado é um blog de excelente qualidade que prima pela honestidade nas suas opiniões e enquanto houver posts estarei sempre aqui.:)
Boa sorte para o 12º ano!

Joana

Isabel Maia disse...

Há fases assim na vida, por um motivo ou outro ela consome-nos de tal maneira que não deixa "abébias" para mais nada.
Agora, aqueles leitores que são fieis ao Lydo não vos vão abandonar só porque o blog voltou à génese (ler e opinar). Eles serão os primeiros a entender os motivos.

Boa sorte aos 2 para esse "annus horribilis" que costuma ser o 12º.

Boas leituras :)

Rui Bastos disse...

Como eu vos compreendo... Estou exactamente na mesma situação, no 12º ano e com pouco tempo para o blog, deixando vários projectos e ideias a meio...

Mas força aí, este blog continua a ser dos melhores que por aí andam! :D

Ana Luisa Alves disse...

Olá! Os vossos leitores não vão a lado nenhum. Também nós temos uma vida para além dos blogs e por vezes torna-se muito complicado manter-nos atentos ao que se vai dizendo na blogosfera.
Eu estou no 1º ano da universidade, num curso que dá mesmo muito trabalho. Ultimamente nem tempo para ler tenho tido -.-''
Relaxem e encarem o blog como algo que é suposto dar-vos prazer e não como uma obrigação para além de todas as obrigações do dia-à-dia.
Cumps!
Alu!
Parabéns pelo blog! ;)

Jacqueline' disse...

Precisamente por encontrar neste espaço críticas sinceras e de livros muito interessantes, sou uma visitante assídua do Lydo .

O mais importante é que escrevam com o gosto e que o blog nao se torne uma obrigação para vocês :)

Existem alturas em que não nos podemos dedicar ao que queríamos, mas a verdade é que essas fases acabam por passar. Por enquanto, continuem com as críticas excepcionais, que pelo menos eu, posso passar sem as entrevistas, mas não sem uma boa crítica.

0707 disse...

Bom dia. Eu sou professora de Língua Portuguesa e espero poder contar com a vossa companhia por muito tempo. Não há "geração Rasca nem à Rasca". Há uma geração de jovens que, pondo empenho e amor em tudo o que fazem, irá muito longe. Felicidades para o vosso percurso. Leyam e opinem quando vos apetecer.

Paula

Paula disse...

"As nossas críticas são sinceras: não estamos associados a qualquer editora e fazemos questão de assim continuarmos a estar. Podemos ter as nossas preferências entre as muitas que existem, mas não somos obrigados por ninguém a ler nada. Dizemos mal de um livro quando queremos dizer. Expressamos o melhor que conseguimos os nossos sentimentos para com uma leitura."
Queres com isso dizer que quem tem parcerias não emite opiniões sinceras? Eu tenho parcerias e garanto-te, as minhas opiniões são o que eu realmente penso do livro em questão!

t i a g o disse...

Boa noite, Paula.
Na verdade, referia-me a essa questão. Provavelmente injustamente. Falei dos constrangimentos, a nível pessoal, que me surgiram, aquando da experiência de ler livros que as editoras me ofereciam. Para além da pressão de ter de os ler, também um certo impedimento psicológico de não poder demonstrar verdadeiramente o que me parecia. Se esses constrangimentos não se colocam aos outros, ainda bem que assim o é. Comigo tinha a ver com uma série de jogos psicológicos, do género não falar mal de ofertas que me dão. Daí ter decidido abandonar a ideia de ler livros dados por editoras, não me sentia com grande espaço, ou à vontade. ;)

Obrigado pelo comentário
Tiago

Blog Widget by LinkWithin