segunda-feira, 16 de maio de 2011

Um Momento Inesquecível - Crítica

Nome: Um Momento Inesquecível
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Editorial Presença
Tradução: Jaime Araújo
Páginas: 155

Sinopse: «O oceano transformava-se em prata dourada à medida que as cores volúveis se reflectiam nele, as águas encrespando-se e cintilando com a mudança de luz, uma visão gloriosa, quase como no princípio do mundo.»
"Sublime e mágico, o mistério inesperado de haver agora um mundo onde antes era o nada; e o mesmo inesperado mistério do irromper pujante, do primeiro amor. Eram longíquas as afinidades que os poderiam aproximar. Ele, o filho de uma família tradicional, a tentar aproveitar ao máximo a liberdade que a pequena cidade de Beaufort, na Carolina do Norte, lhe proporciona antes do ingresso na universidade. Ela, filha do Pastor, está longe de ser a adolescente típica, anda sempre acompanhada de uma Bíblia, e passa os verões no Campo da Igreja. Mas o amor é clarividente, capaz de ver alianças nas mais gritantes disparidades e, aos dezassete anos, Landon e Jamie apaixonam-se. Um livro tocante, sobre a descoberta da natureza mais profunda da beleza, da alegria e da generosidade, da dor da perda e, sobretudo, da força transformadora do primeiro amor. Com esta obra, Nicholas Sparks, autor dos dois bestsellers O Diário da Nossa Paixão e As Palavras Que Nunca Te Direi, consegue, uma vez mais, tocar o leitor com o poder sedutor da sua escrita."


Começamos por conhecer Landon Carter, um adolescente típico: um pouco rebelde, ansioso por aproveitar tudo aquilo que a vida lhe dá, parte dos populares da escola. Conhecemos as suas expectativas, os seus problemas em casa, aquilo que ele gosta de fazer. Até que, no último ano da escola secundária, se vê entre uma escolha terrível: Teatro ou Química? É óbvio que, para um rapaz como ele, escolhe Teatro, esperando que até possa dormir uma sesta durante as aulas. Mas as coisas acabam por não ser como ele esperava. É aí que conhecemos Jamie Sullivan, uma adolescente muito diferente, que anda sempre com o mesmo tipo de roupa, com uma Bíblia atrás, um sorriso na cara e está sempre a ajudar os outros. O tipo de rapariga que, só por estar ao pé de nós, nos faz sentir culpados por todas as coisas erradas que fazemos.

Ao início, Landon demonstra ser uma personagem muito engraçada. Houveram imensas passagens do livro em que não consegui conter as gargalhadas. A primeira metade é de cariz leve e engraçado; acompanhamos a vida de um jovem como ele, por isso já se está à espera. É devido à disciplina de Teatro que duas gotas de água tão diferentes como eles, se juntam. E quando ele começa a descobrir o Mundo dela, tudo começa a fazer sentido. No entanto, este livro tanto me fez rir como chorar. Quando começa a atingir o seu clímax, depois de uma vida tão leve para Landon, começamos a ter pena dele e de Jamie. Somos nós mesmos a perguntar a Deus porque é que uma coisa daquelas teve que acontecer. Somos nós mesmos que ficamos com a nossa fé abalada. Mas o livro também nos ensina a restaurá-la e a mantê-la até ao fim.

Um livro pequeno e com uma escrita fluente e leve. Nas melhores descrições, a escrita torna-se mágica. Já não somos um mero leitor, mas sim Landon, o adolescente apaixonado por Jamie. Tudo o que ele sente, nós também sentimos. E é por isso que, nos últimos capítulos, chorei que nem uma perdida. Já há algum tempo que um livro não me tocava assim tão fundo, não mexia assim tanto com as minhas emoções. Nicholas Sparks, apesar de ser considerado um cliché por algumas pessoas, é uma mente brilhante. Capaz de criar histórias de amor lindíssimas, também nos agarra do princípio ao fim de uma maneira espectacular.

O único ponto negativo que encontrei foi o facto de, a certa altura, me ter apercebido que já tinha visto o filme deste livro. Ou seja, o desfecho final deixou de ser novidade para mim. Mas, mesmo assim, foi maravilhoso.


Personagens favoritas: Landon, Jamie.

Nota: 9 - Excelente

Sara

2 comentários:

Neptuno_avista disse...

Olá! É realmente uma obra fascinante. Li-a já há alguns anos e adorei. Há-de ser sempre um dos meus livros favoritos. Felizmente tive a sorte de ver o filme depois de ter lido o livro. Nicholas Sparks está de parabéns por este livro :) Segundo li no livro "Três semanas com o meu irmão", o livro mais autobiográfico dele, esta história está baseada na história da irmã dele. Aconselho-te a ler :) Beijinho

Sássára disse...

Muito obrigado pela sugestão :D

Blog Widget by LinkWithin