quarta-feira, 19 de maio de 2010

E vão 4 idas à Feira!

É verdade! Foi neste Domingo que passou que fui pela 4ª, e em princípio, penúltima vez, à Feira do Livro de Lisboa deste ano. Estavam muito bom tempo, um calor agradável, e, como seria de supôr, cheia de gente. Quando lá cheguei, aproximadamente às quatro da tarde, mal se podia andar, principalmente pelo lado esquerdo de quem sobe o Parque Eduardo VII. À medida que as horas foram passando, e até às sete, o tempo começou a arrefecer, e as pessoas passaram a estar menos concentradas. Fui à feira neste dia essencialmente por três razões:


Primeira: o autor Frederico Duarte, que já entrevistámos aqui no blog em Janeiro passado, autor de AVATAR e NECROMANCIA, estava a organizar um pequeno encontro entre fãs da saga e ele próprio, um passeio informal pela Feira. Quis ir, claro, e levei comigo os exemplares da Sara (que não pode ir), para para serem autografados pelo Frederico. Grande parte da tarde passeia-a com ele, e foi bastante divertido, como sempre! Aproveito para lembrar a todos que os livros do autor estão a 5€ na Feira, no stand da Nova Gaia, na zona da LeYa - embora já tenham esgotado por duas vezes desde o início do evento!


Segunda razão: as sessões de autógrafos de outros dois autores dos quais já cá tinha livros em casa. Eram eles Isabel Ricardo Amaral (tinha cá um livro que, aliás, nunca tive oportunidade de ler) - para a autora me assinar. Ela assim o fez, e foi muito simpática. Mais amigável ainda foi autor Pedro Sena-Lino, que superou as expectativas boas que já pudesse ter, com uma postura bastante dada para com os seus leitores. Assinou os dois manuais de escrita criativa que tinha em minha casa. Identifiquei-me como sendo o Tiago do blog que o tinha entrevistado há poucos dias, e ele confessou que estava à espera de alguém mais velho! E elogiou o blog!



Terceira razão, e ainda relacionada com Pedro Sena-Lino: o autor, como professor de escrita criativa que é, deu um workshop gratuito de uma hora no stand da Porto Editora. E a isso é que não podia mesmo falhar! Juntamente com outras vinte, vinte e cinco pessoas, resolvi a três exercícios interessantes que exploram esta arte da criatividade. Foi muito interessante, e divertido, até para ouvir os textos que os outros escreviam.


Foi a "condenação final", assistir à tal aula de escrita criativa... e não pude resisistir a comprar o romance do autor que, aliás, já tínhamos colocado em passatempo aqui no blog - 333 juntou-se assim à minha estante, também ele assinado, claro está. E a lista de espera cá de casa cresce, cresce, cresce...... no último dia em que vou à Feira gostava de passar pela Saída de Emergência.... ai ai!

Tiago

2 comentários:

Sássára disse...

Será aquele livro nas mãos do «DU», o meu? :P

tonsdeazul disse...

Uma excelente iniciativa da Porto Editora, com o workshop de escrita criativa.

Blog Widget by LinkWithin