segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

A Fúria dos Reis - Crítica


Já há alguns meses que andava para pegar neste terceiro volume d'As Crónicas de Gelo e Fogo, saga escrita pelo espetacular George Martin. E, para dizer a verdade, já não me lembrava que gostava tanto do modo de escrever dele.

Sem querer revelar coisas da história para quem ainda não leu... deixem-me dizer-vos que acabei por gostar tanto deste como dos outros dois. Ao contrário do que se diz por aí, este volume não me pareceu mais parado do que os outros dois. Para mim, teve a dose certa de conversas, e a dose certa de acção.

Uma leitura empolgante, com capítulos curtos narrados por diferentes personagens, e que nos deixam ver de uma forma geral o que se está a passar... ambientes fantásticos, personagens com sentimentos, traições...

Pessoas que dão tudo pelo poder, outras que dão tudo pelo dinheiro, outros que dão tudo pela família, e outros que dão tudo pela honra... uma confusão verdadeiramente excitante de guerras entre Casas e de pretensões ao trono... e um final de deixar a boca aberta.

Mas, para já, não vou comentar mais... porque ainda falta o quarto volume (que completa o 2º na versão original). Talvez orque a história me pareceu um pouco abstracta, sem objectivos bem definidos, a minha nota seja a que seja. Mas desconfio que, na continuação da saga, irá subir. LEIAM!

Páginas: 430

Personagens preferidas: SPOILERS! [ Tyrion (superou as minhas expectativas e a participação tornou-se melhor neste volume), Arya (porque também evoluiu em relacção aos outros dois), Bran (porque, sendo uma personagem com uma deficiência física, é bastante engraçada de explorar), e Cão de Caça (ou Sandor Clegane - porque apesar de não ser uma personagem que acompanhemos com capítulos dedicados a si, é uma das que mais me marcou neste volume) ]

Nota (0/10) - 8 (Muito Bom)

Tiago

Nota: Votem na sondagem ao lado relativa a este livro! :)

3 comentários:

Pedro disse...

Tiago, como sabes este livro não foi o que mais me impressionou... Estou bastante confiante e, nesta releitura da saga, tenho a certeza que vou gostar muito mais.

Ainda bem que gostaste tanto! Também acho que seja um 8/10 ;) Quanto ao final, acho que não estava enganado! xD

O quarto livro vai, quase de certeza, deixar-te ainda mais viciado. No quinto vais ficar maluco. E o sexto (que ainda não li...) será a tua maior perdição! ;D

Jojo disse...

Eu estou ansiosíssima para começar esta saga. Espero ficar fã de George Martin. Estou com saudades de seguir avidamente uma saga.
Mas olha queria que me tirasse uma dúvida. Comparam Martin a Tolkien, existe alguma semelhança ou é só uma manobra de marketing?


Bjinhos*

t i a g o disse...

Em relação à comparação entre George R. R. Martin e Tolkien:

Não sei se já leste Tolkien, eu já; e a sensação que tive quando li é que os livros dele narram acontecimentos épicos, centram-se num grupo de heróis que empreende uma viagem... Tolkien, na minha opinião, centra-se nas lendas, na linguagem rebuscada, na aventura em si.

George Martin afasta um pouco a Cãmera, isto é, aborda as coisas de um plano mais abrangente e pessoal ao mesmo tempo. Não existe apenas uma personagem principal, mas sim várias, sendo cada capítulo narrado por uma. Nem todas são boazinhas, nenhuma é perfeita... tal como Tolkien, criou um mundo com a sua própria cultura - e embora isto para muita gente possa ser controverso, prefiro George R. R. Martin três vezes a Tolkien. :P

Boas leituras!

Blog Widget by LinkWithin