sexta-feira, 18 de junho de 2010

Morreu José Saramago


Para já não encontro mais fontes na internet, mas a notícia da morte de José Saramago, nóbel da literatura português, foi dada em Última Hora pela TVI há cinco minutos atrás, e continua a passar continuamente no rodapé. Quando existir mais informação actualizo o post.

Actualização: Fontes da editora divulgam que o escritor faleceu às 12:45h da manhã, na sua casa em Lanzarote, nas Ilhas Canárias. Segundo o que encontrei a causa da morte foi o agravamento do estado de saúde do escritor, que era vítima de cancro.

Nunca li nada do autor, embora vá ter de ler «O Memorial do Convento» este Verão, mas é sempre triste, pelo que representava, sendo o único Nobel da Literatura lusitano. Já leram alguma das suas obras? Se já leram várias, quais gostaram mais? A maior homenagem que se pode prestar agora é, exactamente, lê-lo.

Tiago

9 comentários:

Leto of the Crows disse...

É de facto uma pena, mas tudo o que nasce tem um dia de perecer, para voltar a nascer.

Do Saramago só li o "Memorial do Convento", e posso dizer que gostei imenso.

p a t r í c i a * disse...

É triste, mas é assim o ciclo da vida.
Nunca li nada dele, mas talvez vá ler.

Mas é uma pena.

Jose disse...

É sem dúvida uma grande perda para a Literatura Portuguesa e Mundial...

Este ano tive que ler "Memorial do Convento" para a escola e, ao contrário do que pensava antes de fazê-lo, gostei muito. Seguiu-se "Caim" e, coincidência ou não, agora estava a ler "Ensaio sobre a Cegueira"...

tonsdeazul disse...

Esta notícia deixou-me muito triste. Hoje fiquei mais vazia. Saramago é único e sei que jamais encontrarei outro autor como ele.
Li várias obras dele e todas me fascinaram! A minha preferida mesmo é o "Memorial do Convento", mas as outras não são menos que esta, pois as suas "estórias" são inigualáveis. Saramago será sempre um extraordinário contador de histórias!
Portugal hoje ficou mais pobre.
Nunca a notícia de uma figura pública me abalou assim... Sinto-me como se tivesse perdido um amigo.

Alexandre Barbosa disse...

Triste. Nunca li nenhum livro de Saramago, mas tenho vontede de ler "Ensaio Sobre a Cegueira", todos dizem ser muito superior ao filme de Fernando Meireles. E como o próprio Fernando falou, o mundo ficou ainda mais cego com a morte de Saramago.

Nelson disse...

Bom, eu nunca li nada dele....Embora tenha tentado ler o "Ensaio Sobre a Cegueira" uma vez mas achei aquilo secante.
Sim, é triste...
Mas enfim...há que viver e morrer mais tarde, certo? =)

Tatiana disse...

bem, que posso falar de saramago? um grande escritor, mas acima de tudo, um grande crítico! um apelante do pensamento, uma pessoa que não se ficava, não deixava de dizer o que sentia porque ficaria mal à vista dos outros, enfim, um Homem de coragem e cuja linha do pensamento é extremamente interessante!
Dele apenas li o Memorial do Convento (estou a acabar, mas já sei o final e assim..) A verdade, é que é das melhores obras que alguma vez lin. A crítica que nele existe é wow, simplesmente fantástica! Ele não se preza de usar a violÊncia para consciencializar os leitores, ele usa-a de uma forma fantástica!

Enfim, ele é Saramago, um homem que deu nome ao seu pai... (sim, o apelido de saramago tem uma estória muito engraçada xD)

Nuno Chaves disse...

COMO ESCRITOR... TALVEZ, EXISTEM GOSTOS DIFERENTES E AINDA BEM QUE ASSIM É! COMO PESSOA, NÃO FARÁ FALTA!

Jojo disse...

Eu adoro a escrita de Saramago. Memorial do Convento e Intermitências da Morte são dois livros fabulosos. Mas ler Saramago exige muito pelo menos para mim, quando leio alguma obra dele tenho de ter tempo para apreciar a sua escrita e as personagens.

Blog Widget by LinkWithin