quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A Sul da Fronteira, A Oeste do Sol - Crítica

Esta semana fiquei completamente rendida a um dos melhores escritores de sempre (pelo menos na minha opinião). Depois de ter tentado ler Sputnik, meu Amor e não ter dado uma grande importância à obra, surge agora um livro de eleição da parte de Haruki Murakami.

A Sul da Fronteira, A Oeste do Sol é uma história envolvente, realista, comovente, sonhadora, um livro que rende o leitor logo no primeiro parágrafo. Sendo um escritor japonês e já que tenho estado com bastante atenção à cultura, às tradições, a um país de tanta diversidade, surge agora esta excelente obra que ainda me interessa mais por um país em expansão mundial.

Para além da história, as personagens e a personalidade das mesmas cativa o leitor. Depois desta obra fascinante, dedicarei as minhas próximas compras literárias a Haruki Murakami e a George R. R. Martin, ao qual também me mantenho interessada.

Nº de páginas: 141

Livros de referência: Suptnik, Meu Amor, Kafka à Beira-Mar, Crónica do Pássaro de Corda.

Nota (0/10): 10 - Perfeito!

Patrícia

5 comentários:

t i a g o disse...

Só agradecia que colocasses a a nota ao livro :)

AH! Folgo em ouvir que gostaste! Quando, numa primeira tentativa de conheceres Murakami, não tinhas conseguido terminar "Sputnik, Meu Amor", fiquei triste, confesso. É um grande autor, o qual eu gostava de te dar a conhecer... e agora, surpreendes-me ao ler este. Em primeiro lugar deixa-me desde já dizer-te um obrigado por teres dado uma segunda oportunidade a Murakami.

E... ah! Folgo em ouvir que gostaste! Porque este "A Sul da Fronteira, a Oeste do Sol" é espantosamente triste e maravilhoso; como uma história tão simples cativa um leitor, hem?

Foi uma das minhas melhores leituras deste ano. Grande livro. ;)

Homem do Leme disse...

Murakami é brilhante. Para mim merece o Nobel, sem qualquer dúvida.

fairybondage disse...

Realmente quando li "Sputnik meu amor" tinha uma expectativa muito elevada em relação à escrita do autor que andava na ribalta. Devo admitir que fiquei desapontada e sem vontade de o voltar a ler! Mas agora ao ler a tua critica, se calhar vou dar-lhe uma segunda oportunidade e comprar um novo livro dele, talvez mm este que recomendas!
Obrigado

mil beijinhos

Estrela_da_Noite disse...

Nunca li nada de Murakami, mas há imenso tempo que quero experimentar!..
E mais esta boa opinião, entre tantas outras, só me leva a querer ainda mais!!..
Espero conseguir ler alguma coisa dele ainda este ano!, e mesmo que não consiga, já faz parte dos planos literários para o 2010! =)

Sássára disse...

Eu também queria ler algo dele, mas ainda não tive o tempo necessário nem a oportunidade. Quando puder, vai ser o primeiro :)

Beijinho @

Blog Widget by LinkWithin