sábado, 12 de setembro de 2009

Brisingr - Crítica

Confesso que foi um grande sacrifício para mim continuar a ler este livro, quando cheguei por volta das páginas quatrocentos e tais. Sempre gostei da escrita de Christopher e confirmo-o ao ler os outros dois livros desta saga. Mas, neste volume, ele exagerou um bocado nas descrições e nos pormenores. Chegavam a ser tantos que eu tinha de ler a mesma frase três vezes para conseguir visualizar alguma coisa na minha cabeça. E não é só isso que torna o livro vagaroso de se ler… É também o facto de Christopher se ter lembrado, de repente, de escrever um quarto livro. Ou seja, este livro é quase um “monte de palha” só para irmos comprar o último. Existem imensos capítulos que não têm qualquer tipo de interesse e que só nos apetece saltar à frente.
Felizmente, obriguei-me a ler o livro até ao fim e até gostei do resultado. Só a partir da página seiscentos e tais é que o livro começa a ganhar alguma acção e acabamos por descobrir o porquê do título do livro. No entanto, acho um bocado chato termos que ler tantas páginas, sem muito interesse, para chegarmos até ali.
De todos os livros da saga, o mais chato até agora – e também o maior, senão me engano. No entanto, que venha o quarto pois eu não vou descansar enquanto não souber o final desta maravilhosa história de Cavaleiros e Dragões.


N.º de Páginas: 800 (sem contar com o guia de pronunciação, etc.)


Personagens Preferidas: Eragon (por não perder a humildade ao longo desta aventura), Saphira (pela maravilhosa ligação que tem com o seu "pequenino"), Oromis (pela sabedoria e bravura), Glaedr (pela surpresa que me fez), Roran (pela coragem fora do normal), Katrina (pela doçura) e Nasuada (pela força feminina).


Nota de 0 a 10: 5,5
Sara

6 comentários:

Jacqueline' disse...

Tenho exactamente a mesma opinião. A leitura foi bastante desmotivante, o que levou a que lesse alguns livros pelo meio (o q e muito estranho) e só a partir da pag 600 e que a leitura cativou...

Bruno disse...

Pois acredito que sim. Já li os outros dois (Eragon e Eldest) e não estou com muito entusiasmo em ler este livro. Aquele entusiasmo que tinha antes, desvaneceu-se com a leitura de Eldest. :(

SP disse...

É a primeira vez que estou aqui no vosso cantinho da web e não posso deixar de comentar um ou outro post; é tão raro encontrar pessoal da vossa idade que goste de ler...

Bem, eu li os dois primeiros volumes desta "trilogia"(já que parece que deixou de o ser...) em 2006 e adorei os livros.
Contudo, a espera pela chegada do terceiro livro e o facto de ter outras coisas para ler na época em que ele me foi oferecido (Natal de 2008) não me têm deixado tempo nem vontade para lhe pegar. Com toda a certeza que o farei, nem que seja só para poder dizer mal dele com conhecimento de causa mas as críticas que tenho lido e ouvido sobre ele não têm sido as melhores :S

E já que estamos a falar do Eragon... aquele filme?! Nem me façam falar daquela coisa...

Bonnie - A Senhora dos Elementos disse...

:O Eu demorei 3 a 4 dias a lê-lo! Sinceramente não conseguia parar. Mas por acaso achei algumas partes entediantes... algumas que eu tirava só para apressar a acção.

(não me falem do filme que eu sou capaz de matar alguém)

Mas eu estou ansiosa por ler o resto da saga. ^^ Quero ver bem qual é que é o fim que o nosso Eragon terá.

Alexandre Barbosa disse...

Eu já achei Eragon um pouco entediante, e não gostei de Eldest. Gostei apenas das passagens de Roran, que eram bem mais interessantes, e do fim surpreendente. Mas li Brisingr em 1 semana! Não conseguia parar de ler. Tem sim suas partes entediantes, mas é muito bom, na minha opinião.
Parabéns pelo site Sara, Patrícia e Tiago. Gostei muito. Sou brasileiro e gostei mesmo de encontrar gente da minha faixa etária com um pensamento tão legal. Vou acompanhar vocês sempre que puder. Abraço.
Visitem meu blog quando puderem e comentem nos posts!!
http://www.euriencityinfinity.blogspot.com/

Anónimo disse...

Não tenho a mesma opnião, se vocês não entendem o porquê da história, então pra que ler?Eu simplesmente amei os livros e para mim não importa se algumas partes foram entediantes ou não,brisingr é dos três, os mais perfeitos que já li.

Blog Widget by LinkWithin